Engenharia Mecânica e Meio Ambiente: Conheça O Novo Destino Da Engenharia Mecânica

Engenharia Mecânica e Meio Ambiente: Conheça O Novo Destino Da Engenharia Mecânica

Meio ambiente, a reunião do que compõe a natureza, o ambiente em que os seres estão inseridos, bem como suas condições ambientais, biológicas, físicas e químicas, tendo em conta a sua relação com os seres, especialmente com o ser humano. Tudo que temos vêm do meio ambiente: do carro a bicicleta, da energia elétrica ao petróleo, tudo que move a sociedade veio ou depende de elementos retirados do meio ambiente. Diante disso, é extremamente coerente pensar e debater as relações que os seres humanos têm com o meio ambiente e como devemos aproveitá-lo de maneira eficaz e responsável.

      Apesar de ser coerente, nem sempre as sociedades tiveram (e por muitas vezes ainda não têm) cuidado em aliar seu desenvolvimento à uma lógica responsável de aproveitamento dos recursos ambientais. Essa falta de tato em guiar a relação desenvolvimento x meio ambiente nos leva a uma indagação corriqueira nos dias atuais: “A engenharia é inimiga do meio ambiente?”. Se olharmos por uma ótica geral, o questionamento faz sentido e merece ser debatido, já que é impossível dissociar o processo de industrialização e desenvolvimento do mundo com a engenharia, principalmente a mecânica, foco deste texto.

Contextualização histórica

      Final do século XVIII até meados do século XX, 1ª e 2ª revolução industrial, o mundo passava por uma transformação que mudaria os rumos da humanidade. Sendo assim, a mudança do processo produtivo da manufatura para a maquino fatura, no qual a mão de obra deixou de ser manual e passou a ter o auxílio de máquinas, intensificaram o uso de combustíveis-fósseis como o carvão e o petróleo para geração de energia. A simples queima dos combustíveis-fósseis são os responsáveis pela maior parte das emissões de dióxido e monóxido de carbono para a atmosfera. Para se ter uma ideia, Os Estados Unidos detêm apenas 5% da população mundial, mas devido ao fato de que é o país mais industrializado do mundo e da frota de automóveis, queima mais de um quarto da oferta mundial de combustíveis fósseis. Isso mostra quão impactante é a indústria na degradação do meio ambiente.

Entretanto, o impacto não se limita a isto. Como uma área em constante evolução, a engenharia mecânica é responsável pela criação de novas máquinas e produtos a todo instante. A ideia de progresso rapidamente aliou-se ao aumento da produção e consequentemente a capacidade do ser humano de explorar cada vez mais o meio ambiente, como resultado, gerou impactos negativos que se arrastam até os dias atuais. Mais produtos, mais máquinas e indústrias, mais lixo, menos recursos naturais, menos fauna, não é nenhum absurdo afirmar que, até a década de 70 do século passado, a engenharia como um todo era sim inimiga do meio ambiente.

Algumas mudanças significativas

      Neste momento, você pode estar se perguntando: “Como assim era? Vemos todos os dias, na internet e televisão, como está acelerado o ritmo de degradação do meio ambiente”. Sim, era. Esse cenário mudou bastante desde 1972, quando ocorreu a Conferência de Estocolmo, a primeira grande conferência, a qual teve o meio ambiente como tema central e amplamente reconhecida como um marco nas tentativas de melhorar as relações do homem com o meio ambiente. Sendo assim, a Conferência de Estocolmo foi a precursora de uma sequência de grandes convenções de ordem ambiental, organizadas pela ONU, como a ECO-92, Conferência das Partes (onde fora criado o Protocolo de Kyoto), Rio +10 e Rio +20.

Ao longo das décadas subsequentes, a engenharia entendeu que era necessário criar um modelo de desenvolvimento global que alia desenvolvimento e preocupação da natureza. Daí surge o termo Desenvolvimento Sustentável, que pode ser traduzido como o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, no entanto sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades. Esse ideal de desenvolvimento sustentável é visualizado, por exemplo, quando falamos em editais de inovação: Nunca se teve tantos editais voltados à preservação da natureza, com grandes multinacionais apoiando e financiando projetos inovadores e que contemplem dentro de si a preocupação com o meio ambiente.

Engenharia Mecânica e Desenvolvimento Sustentável

Em suma, podemos observar, também, quando vemos os esforços para encontrar matrizes energéticas limpas, criação de biocombustíveis e uso de material reciclável. Hoje, a engenharia mecânica deixou de pensar apenas no produto final, mas pensa também em todo o ciclo de vida deste produto, deste a extração da matéria-prima até o descarte e tempo de vida útil. Aliado a isso, já existem empresas que trabalham com soluções de engenharia voltadas apenas para o meio ambiente. Isso é visto principalmente no âmbito da reciclagem, em que, cada vez mais, a engenharia mecânica tem sido posta em prática para criação de máquinas, equipamentos e processos de reaproveitamento de papel, plástico e etc., assim como a preferência por materiais reciclados na criação e desenvolvimento de novos produtos.

Analisando o passado para garantir o futuro

    Portanto, podemos observar que a engenharia se comportou como uma faca de dois gumes ao longo do tempo e hoje busca atingir o meio ambiente da forma mais sútil possível. No passado, em nome de um desenvolvimento desenfreado, feriu o meio ambiente como nunca antes visto, com impactos que se arrastam até hoje, como a emissão de gases poluentes, desmatamento, lixo e até mesmo o próprio consumismo e no presente-futuro, em nome de um desenvolvimento consciente e saudável. “Corrigir os erros do passado pensando no futuro” é a frase que resume a engenharia como um todo nos dias atuais. Sendo assim, será que ainda podemos enxergar a engenharia como inimiga do meio ambiente? Bom, acredito que não. A TM Jr. através dos seus projetos, luta por um desenvolvimento baseado na consciência e no pensamento ambiental, afinal, se não garantirmos no agora, como teremos no futuro?

 

Deixe uma resposta