Solução inovadora para o lixo nos mares

Solução inovadora para o lixo nos mares

Os oceanos, assim como qualquer ecossistema na natureza, têm uma incrível capacidade de resiliência, ou seja, a possibilidade de se reconstruir e retornar ao seu bem estar ou homeostasia. Entretanto, como já é de conhecimento geral, nas últimas décadas a poluição dos mares e oceanos já ultrapassou os limites possíveis para a recuperação de forma natural. As estatísticas apontam que cerca de 4,8 a 12,7 milhões de toneladas de plástico são despejadas no mar a cada ano. Isso sem mencionar esgoto, petróleo e produtos químicos que causam prejuízos irreparáveis para a fauna e flora marinha. Estimasse que cerca de 88% da superfície dos mares esteja poluída por esses resíduos.

Fonte: beegreen.eco.br

Pensado nisso, Andrew Turton e Pete Ceglinski desenvolveram uma solução para combater esse grande problema. Esses dois amantes dos mares criaram a Seabin, um produto capaz de recolher lixo, óleo, combustível e detergentes no mar de forma automática. A ideia por trás do produto é tão simples que chega a ser óbvia: “Se podemos ter lixeiras em terra, por que não as colocar na água?”. E assim, a partir desse questionamento, começou a jornada deles.

Fonte: seabinproject.com

O produto se chama Seabin V5, e ele funciona como uma lixeira flutuante projetada para atuar nas águas de Marinas, Iates, Clubes, Portos e similares.  O Seabin fica posicionado na superfície das águas coletando resíduos sólidos, como garrafas, sacos plásticos, folhas e algas. A bomba de água submersa acoplada na parte inferior da lixeira é capaz de criar o fluxo de água que succiona os resíduos para dentro do saco de coleta; os resíduos líquidos como óleos são capturados por almofadas absorventes. Como o equipamento é acoplado a uma ponte, porto ou píer flutuante, ele sempre consegue acompanhar o nível da maré após a primeira calibração.

Fonte: seabinproject.com

Ideias como essas criam um impacto significativo no mundo. No atual momento, o Projeto Seabin já coletou mais de 1,7 mil toneladas de lixo no mundo desde sua criação em 2016, vendendo mais de 860 unidades do produto. O retorno financeiro para os idealizadores é super expressivo, sem falar que estão lutando por uma causa muito nobre!

Entretanto, não basta ter apenas a ideia é preciso colocá-la em prática. O desenvolvimento de produto envolve inúmeras etapas, incluindo a identificação do problema, o desenvolvimento do projeto e finalmente a prototipagem. Entender quais são os materiais mais adequados para serem usados, a formas mais otimizadas de estruturar o produto, incluindo uma fácil instalação, operação e manutenção não é tarefa fácil. Além disso, o produto deve ter o seu diferencial, superando as funcionalidades já existentes no mercado e trazendo um potencial de retorno de investimento. Se você tem alguma ideia de máquina ou produto que precisa ser lapidada e desenvolvida, entre em contato conosco. Seu projeto será desenvolvido com máximo detalhamento possível, possibilitando a manufatura, patente e lançamento do mesmo!

Autoria: Marcelo Kenzo

Deixe uma resposta