Como precificar um projeto de Impressão 3D?

Como precificar um projeto de Impressão 3D?

A impressão 3D é um ramo dos processos de fabricação que já existe há muito mais tempo do que aparenta e ainda sim é muito utilizada atualmente como saída para inúmeras necessidades do mercado, a exemplo da engenharia, medicina, indústria, robótica, modelagem… Isso devido à sua versatilidade e simplicidade.

Pensando nisso, sabemos que um processo tão importante e ascendente como esse merece uma atenção maior quando falamos de custos. Sendo assim, nesse blog falaremos um pouco sobre como precificar o seu projeto de impressão 3D da melhor maneira!

Quais parâmetros analisar na precificação?

1. Tipo de impressão

Existem inúmeros tipos de impressão 3D, cada um com suas singularidades de acordo com as necessidades a que são empregados e consequentemente cada um com seus diferentes preços. Cada tipo diferente de impressão pode requerer diferentes tipos de técnicas e materiais que proporcionam melhores ou piores acabamentos, resistências de peças, velocidades de produção, precisões de impressão, entre outros, e consequentemente cada mudança dessa gera uma variação na precificação.

Portanto, é importante ter em mente o seu objetivo com aquela impressão, para saber qual tipo mais se adequa ao que você deseja e obter o melhor custo-benefício.

Alguns tipos de impressão 3D são destacados abaixo:

  • FDM ou FFF (Fabricação por fusão de filamento): Utiliza o filamento termoplástico para fazer a impressão, esse filamento é derretido e liberado por um bico que molda o objeto projetado em CAD na vida real. É um dos métodos mais comuns e utilizados, com um preço mais acessível;
  • SLS ou SSL (Sinterização Seletiva a Laser): Esse processo utiliza um laser para derreter e solidificar camadas de material em pó, que após enrijecido gera a forma geométrica desejada. Ele é bastante utilizado em indústrias, e ainda é um dos mais custosos;
  • DLMS (Direct Metal Laser Sintering): Esse é um modelo de impressão 3D que permite a impressão de objetos metálicos em materiais como alumínio e titânio. Devido a tecnologia requerida e o custo dos materiais, esse é o tipo que comumente tem um preço mais elevado.

2. Material

O custo do Material irá variar de acordo com a quantidade e com o tipo de material que será utilizado no projeto. Portanto, cada projeto irá exigir um material diferente de acordo com suas necessidades, e logicamente isso também trará mudanças na precificação.

A quantidade é normalmente medida pelo peso que a sua peça terá, assim como o material é vendido por quilo. Trazendo como exemplo a FFF (Fabricação por fusão de filamento), os materiais mais utilizados para esse modelo de impressão são o ABS e o PLA, sendo o ABS um pouco mais resistente e o PLA de maior facilidade na impressão.

O preço médio do quilograma do filamento desses dois materiais está entre 90 e 150 reais. Se considerarmos que as peças impressas acabam não sendo tão pesadas (quando são ocas), o custo do ABS e PLA pode ser considerado relativamente baixo.

3. Trabalho da máquina

Outro ponto para estar atento é o tempo em que a impressora funcionará para produzir a peça. Esse preço também vai variar muito de acordo com o modelo da máquina em uso, mas é importante estar ciente de que quanto maior e mais detalhada a peça, mais tempo será gasto pela impressora para produzi-la, gastando mais energia e material, consequentemente o custo será maior.

4. Softwares de precificação

Outro método muito aproveitado para realizar a precificação do seu projeto é com a ajuda de calculadoras de preços de impressão 3D, as quais podem ser encontradas em sites, como a OMNI Calculator ou a 3DADDICT, que podem auxiliar bastante nesse processo e trazer uma boa base do que se esperar nos valores.

Esses softwares utilizam uma série de dados como base e trazem uma estimativa muito interessante do quanto vale cada projeto, logo são ótimas saídas para análise de preços.

Conclusão

Agora que você já sabe os principais pontos para se preocupar na hora de realizar a sua precificação de impressão 3D, não perca tempo e faça suas análises para entender a melhor opção para você! A TM Jr. está iniciando na prototipagem nos serviços de desenvolvimento de produto! Solicite agora o seu orçamento gratuito para tirar sua ideia do papel e ver o seu projeto virar realidade!

.

Autoria de: Caio Adriel

Deixe uma resposta