Como o conforto térmico ajuda a potencializar os resultados do seu negócio

Como o conforto térmico ajuda a potencializar os resultados do seu negócio

Um assunto que poucas empresas pensam a respeito é o conforto térmico, principalmente quando se trata dos seus empregados. Porém, o conforto térmico no trabalho está diretamente ligado ao bem-estar das pessoas e possui grande peso na potencialização de resultados para a empresa.

O que é conforto térmico

Segundo a ASHRAE (American Society of Heating Refrigerating, and Air-Conditioning Enginners), o conforto térmico se oriunda de uma “condição mental” ou “avaliação subjetiva” que expressa satisfação com certas condições térmicas do ambiente.

Ao contrário do que muitos pensam, o conforto térmico não depende apenas da temperatura do ar no ambiente, ele vai muito além disso. É moldado de acordo com:

  • Região geográfica/cultura: pessoas localizadas mais próximas dos hemisférios tendem a ter mais sensibilidade com temperaturas altas (acima de 26°);
  • Estado fisiológico: há uma exigência diferente na climatização quando comparado uma pessoa realizando atividades físicas e outra na inércia, diferentes idades, sexo, etc…

Influência nos resultados

Uma sala com uma temperatura desbalanceada traz um desconforto, elevando o cansaço e a irritabilidade. Em certas circunstâncias, resulta em movimentos involuntários como tremores, caso a temperatura esteja muito abaixo, dificultando movimentos precisos nas mãos ou pode causar sudorese e falta de disposição, caso a temperatura se encontre elevada.

Portanto, o conforto no local de trabalho é um assunto bastante importante, pois interfere tanto na produtividade dos profissionais quanto na saúde deles. Uma pesquisa realizada pelo Carrer Builder revelou que 53% dos trabalhadores disseram que quando trabalham em um lugar muito frio são menos produtivos e 71% disseram que são menos produtivos quando trabalham  em um local quente. Empresas que adotam medidas voltadas para o bem-estar registram um aumento de produtividade até 30% maior.

O que a lei diz?

Proporcionar conforto térmico no ambiente de trabalho não é somente uma opção para o empregador mas também uma obrigação. Segundo o artigo 176 da Consolidação de Leis de Trabalho (CLT), os locais de trabalho devem ter ventilação natural compatível com o serviço realizado. E quando esta não for suficiente, torna-se necessária a ventilação artificial.

De acordo com a NR17, do Ministério do Trabalho, a temperatura do ambiente de trabalho onde são executadas atividades que não exigem atividade física intensa como nos laboratórios, escritórios, sala de desenvolvimento e projetos, deve ficar entre 20 e 23 graus Celsius, com umidade relativa inferior a 40%. Já a norma ISO 9241 estabelece que o ideal é uma temperatura entre 20 e 24 graus no verão e 23 e 26 no inverno, com umidade relativa entre 40% e 80%.

Fatores que interferem no conforto térmico

Além dos fatores psicológicos de cada pessoa, há também fatores objetivos, sendo possível, a partir deles, realizar um cálculo para determinar com efetividade a quantidade de BTUs necessária para que a troca de calor entre o corpo e o ambiente seja quase nula. Alguns deles são:

  • Localização no globo: quanto mais próximo da linha do equador, maiores são as temperaturas;
  • Incidência de raios solares: paredes viradas para o Oeste são as que mais recebem calor devido os raios solares;
  • Equipamentos: parte da energia é transformada em calor;
  • Quantidade de paredes externas: paredes que dividem o lado de dentro e de fora da construção.

Como adquirir um bom conforto térmico 

Uma das maneiras mais utilizadas para adquirir um conforto térmico desejado é fazendo a instalação de um aparelho elétrico, sendo o ar-condicionado a melhor escolha para atingir esse objetivo. Entretanto, é preciso saber o BTU necessário e o melhor local, para assim resfriar o cômodo corretamente. A utilização incorreta do aparelho pode acabar prejudicando o funcionamento dele, diminuindo sua vida útil, e até gerando gastos desnecessários na sua conta de energia.   

Para ajudar a solucionar esse problema, a TM Jr. possui um serviço de conforto térmico totalmente documentado e legalizado, tanto para você pessoa física que deseja implementar o conforto térmico na sua residência, como para  você, pequeno, médio ou grande empreendedor, que almeja tornar o seu local de trabalho ainda mais confortável. Clique aqui e solicite seu orçamento agora mesmo. 

Quer saber mais sobre o nosso serviço? Aperte aqui

 

Deixe uma resposta