Como a Análise Estrutural garante a qualidade dos projetos

Como a Análise Estrutural garante a qualidade dos projetos

A princípio, como a Análise Estrutural garante a qualidade dos projetos. Ela é uma das etapas mais importantes na confecção de um projeto. É nela que a estrutura é testada em relação às forças que serão aplicadas sobre a mesma e seus componente. E a partir daí, é possível calcular deslocamentos, tensões e esforços que irão atuar sobre o material.

Características dinâmicas e estruturais dos equipamentos podem ser avaliadas durante uma análise estrutural, garantindo a confiabilidade e segurança dos equipamentos mesmo antes da sua confecção.

Mas porquê realizar a análise estrutural em um equipamento?

Saiba mais no nosso blog sobre esse tema!

A análise estrutural pode ser feita dentro de quatro níveis de abstração: a estrutura real, o modelo estrutural, o modelo discreto e o modelo computacional.

1º nível: Estrutura Real

Primordialmente, a estrutura real trata-se exatamente da estrutura como ela é construída de forma física. O que nos é tangível no mundo real.

2º nível: Modelo Estrutural

Da mesma forma, as forças atuantes sobre o material são indicadas de forma esquemática. Todas as forças que podem eventualmente agir sobre o corpo precisam necessariamente estar contidas nesse modelo. As forças são indicadas de forma geométrica e baseadas nas leis da geometria e da física.

3º nível: Modelo Discreto

Para que essas forças sejam analisadas, é preciso estabelecer um modelo matemático que simule seu real comportamento, e essa é a função do o modelo discreto. A utilização desse modelo permite que todo o estudo seja feito com altos parâmetros de segurança para os equipamentos, já que os modelos são estabelecidos através de análises completas e refinadas do sistema de processamento de computadores.

Nesse nível são indicados os comportamentos das forças, com base nos deslocamentos e rotações que o corpo poderá sofrer, indicando as componentes que eventualmente deixarão o corpo em equilíbrio.

4º nível: Modelo Computacional

Primeiramente, o modelo computacional consiste na simulação computadorizada de todas as forças, esforços, deslocamentos e tensões que foram elencados como atuantes sobre o corpo. Assim sendo, esse modelo oferecido por softwares permite a visualização mais próxima do real do comportamento do material perante aquilo que a estrutura pode sofrer.

Este é um dos modelos que mais contribui para que a segurança das análises estruturais seja fidedigna. Assim o, é necessária a utilização de programas especializados e confiáveis, de modo a não gerar análises distorcidas da realidade.

Além disso, utilizar um modelo computacional diminui muito os custos com protótipos físicos, que são feitos após toda a análise estrutural do material, garantindo com maior confiança que o protótipo será construído sob os pré-requisitos necessários para a atuação do mesmo com segurança.

Dessa forma, análises estruturais não podem ser imprecisas ou extremamente simplificadas, de modo a garantir que a estrutura não foi mal dimensionada nem foram utilizados parâmetros fora da realidade.

A análise estrutural permite realizar testes como: análise linear estática, estudo de fadiga, análise de flambagem, análise dinâmica, estudo de vaso de pressão, teste de queda, análise térmica, análise de frequência, análise não linear.

Em suma, podemos afirmar que a análise estrutural é uma parte fundamental dos projetos de engenharia, e percebesse que os equipamentos não podem ficar sem esse estudo.

Para uma análise estrutural de qualidade e ainda com preços abaixo dos de mercado, contrate os serviços da TM Jr. E garanta a segurança de seus equipamentos! Solicite já o seu orçamento!  https://www.tmjr.com.br/contato

 

Deixe uma resposta